Biblioteca Pública de Aracruz teve nove mil leitores em 2019

O número de visitantes foi 10% maior do que em 2018

0
4
Foto: Luã Q.

Em 2019, a Biblioteca Pública de Aracruz recebeu 9.117 leitores. A quantidade indica que, por dia, uma média de 35 pessoas procuraram o local para empréstimos, estudos, contação de histórias e pesquisas. O número de visitantes foi 10% maior do que em 2018.

O relatório anual também mostra que 3.673 livros foram emprestados, outros 815 utilizados para leitura dentro do ambiente da Biblioteca, 915 com intuito de pesquisa e o restante do público utilizou o local como ambiente para estudos utilizando materiais próprios. Já o acervo atual possui mais de 25 mil obras de diferentes gêneros e estilos.

“No último ano também recebemos muitas doações. Cerca de 2.300 livros foram trazidos para compor nossas prateleiras”, conta a coordenadora Jane Cometti. O acervo da Biblioteca Pública Municipal Eugênio Antonio Bitti é composto por uma variedade de gêneros e estilos nas áreas de Sociologia, Religião, Ética, Filosofia, Jornalismo, Informática, Economia e Serviço Social, contando ainda com um cantinho específico para a literatura aracruzense, com contos indígenas e publicações do historiador de Vila do Riacho, José Maria Coutinho.

Clássicos, como “Os Estatutos do Homem”, de Thiago de Mello, e a Antologia Poética de Cecília Meireles também estão disponíveis para empréstimo. Outros autores brasileiros, como Adelaide Carraro, Clarisse Lispector, Joaquim Manoel de Macedo, Jorge Amado, José de Alencar, Lima Barreto, Machado de Assis e Manoel Antonio de Almeida também estão nas prateleiras.

PUBLICIDADE