Barbeiros com tradição em Aracruz ressaltam o valor de viver na cidade

0
257
José Hermano do Bonfim, o Zé Barbeiro, e Olímpio Correia de Souza atuam em Aracruz há 19 e 39 anos, respectivamente. Fotos: Arquivo Pessoal

O cotidiano de uma cidade é tema frequente das conversas em barbearias. Economia, política e o trânsito local são assuntos que ganham destaque entre um corte de cabelo e outro. A reportagem da FOLHA DO LITORAL conversou com dois profissionais que atuam no ramo há décadas em Aracruz: José Hermano do Bonfim e Olímpio Correia de Souza, que contam suas histórias e falam da relação com a cidade que completa 174 anos no domingo 3.

Conhecido como Zé Barbeiro, José Hermano do Bonfim chegou a Aracruz em 1994. Estava perto de completar 10 anos de idade quando sua mãe resolveu deixar a Bahia em busca de uma melhor qualidade de vida. Ele, a mãe e a irmã tornaram-se aracruzenses de coração por conta da tia que já estava estabelecida na cidade. Em 2001, depois de trabalhar vendendo picolé e em uma pequena fábrica de suco de laranja, o rapaz tornou-se office boy do Salão Lux, onde um ano depois aprendeu a profissão que exerceria pelas próximas quase duas décadas, vindo a ser referência quando o assunto é corte e barba bem-feita.

Zé Filho, como também é chamado, trabalhou por nove anos no Salão Lux e por mais 10 no Salão D’Cabelos até abrir, em janeiro deste ano, sua própria barbearia. Essa mudança já era um desejo que ele compartilhava com a esposa, Camila Curti, com quem é casado há cinco anos. Fruto dessa união, a pequena Liza foi decisiva para que os pais transformassem em concreto o que era sonho. Com nome do dono e dispondo de um ambiente moderno e ao mesmo tempo aconchegante, a barbearia funciona na rua Ananias Neto, número 19, no Centro.

Grato ao acolhimento que teve em Aracruz, Zé Barbeiro fala da relação com a cidade: “Mais do que o lugar onde descobri minha paixão pela profissão que exerço hoje e onde montei meu próprio negócio, Aracruz é a terra em que formei minha amada família. Graças a Deus conquistei muitos clientes e fiz muitos amigos aqui e é com o apoio deles, além dos meus familiares, que sigo alcançando meus objetivos. Aracruz é o lugar que quero sempre bem e a data de seu aniversário é ainda mais importante, pois foi o dia que minha princesa e querida filha Liza, nasceu”.

O baiano Olímpio Correia de Souza chegou a Aracruz em 1982, aos 25 anos de idade. O jovem então apelidado de ‘barbeirinho’, montou o primeiro salão na avenida Venâncio Flores e com dedicação logo conquistou sua clientela. Aos 68 anos, segue na profissão que fez questão de ensinar aos mais jovens. “Fui pioneiro no recrutamento de jovens para ensinar o ofício de barbeiro e assim formar equipes conceituadas na cidade”, conta.

Com seu tradicional salão Olímpio’s na rua Professor Lobo, número 198, próximo à Praça Monsenhor Guilherme Schmitz, Olímpio diz que “viver em Aracruz é uma oportunidade única. Tenho muito orgulho da trajetória que construí nessa terra que tão bem me acolheu. São 40 anos de atuação profissional nessa amada cidade onde também residem meus cinco filhos: Stanley Nunes, Édipo Júlio, Thales Vinícius, Vanessa Santos e Fabrício Moreira”.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui