Banestes disponibiliza linhas de crédito especiais para vítimas das chuvas

Para obter mais informações sobre o acesso às linhas de crédito emergencial, basta procurar as agências Banestes ou as agências do programa Nossocrédito

0
13
Foto: Divulgação/ Assessoria Banestes

Como forma de atender a população dos municípios atingidos pelas chuvas dos últimos dias, que causaram grande prejuízo, o Banestes irá disponibilizar linhas de crédito especiais para pessoas físicas e empresas. Além disso, foi aberta uma conta corrente para receber doações em dinheiro para as vítimas das enchentes. Os dados da conta, em nome do Corpo de Bombeiros, são: agência 271 – Tribunal de Justiça, conta corrente número 23.765.589. São aceitos depósitos de qualquer valor.

Para os clientes pessoa jurídica (PJ), será ativada a linha de crédito Capital de Giro Emergencial, com prazo máximo de 48 meses e financiamentos de R$ 20 mil a R$ 200 mil. A taxa de juros pré-fixada é de CDI, que atualmente está em 0,36% ao mês, + 0,25% ao mês, com carência de 12 meses e isenção de Comissão de Abertura de Crédito (CAC).

Além disso, foi criada para clientes PJ a linha de crédito Capital de Giro Emergencial PMEs, voltada para o suprimento de deficiências de caixa ocorridos devido aos eventos climáticos para pequenas e médias empresas. O financiamento poderá ser no valor de R$ 1 mil a R$ 30 mil, com prazo máximo de 48 meses, CDI como taxa de juros máxima, carência de 12 meses e também isenção de CAC.

Como forma de demonstrar as características da contratação, o cliente PJ deverá apresentar documento oficial emitido pela Defesa Civil, Corpo de Bombeiros ou pelo Município em que conste sua razão social, bem como evidenciar os danos sofridos para compor o dossiê da operação.

Para os clientes pessoa física, será reaberta a linha de crédito Financiamento de Bens Emergencial, com o objetivo de financiar a aquisição de eletrodomésticos, móveis e materiais de construção para clientes que foram atingidos pelas chuvas. O valor mínimo de contratação é de R$ 200,00 e o máximo de R$ 30 mil. O prazo máximo para pagamento também é de 48 meses, incluindo carência de 12 meses, e com taxa de juros de CDI ao mês.

Foi disponibilizada ainda uma linha única de crédito que atende tanto pessoa física quanto jurídicas, a Nossocrédito Emergencial, com valor máximo de contratação de R$ 20 mil. O prazo de contratação também é de 48 meses, com carência de 12 meses e taxa pré-fixada de 0,36% ao mês. É exigido ao menos um avalista para a operação.

Além disso, os clientes com operações de crédito parcelado já contratadas, tanto PF quanto PJ, sediados nos municípios declarados em estado de emergência ou de calamidade pública, poderão contar com 12 meses de carência. As operações de crédito rotativo poderão ser parceladas em até 48 meses, também com 12 meses de carência.

PUBLICIDADE