Banestes alcança maior lucro líquido da história

Tiveram destaque a expansão das receitas de serviços (+9,2%), as receitas de operações de crédito (+4,7%) e a manutenção do patamar de resultados com títulos e valores mobiliários

0
Agência Banestes Valores, localizada em Vitória. Foto: Divulgação

O Banco do Estado do Espírito Santo anunciou um novo recorde referente ao resultado anual da companhia: lucro líquido de R$ 214 milhões no acumulado dos doze meses de 2019, uma evolução de 18,1% quando comparado ao resultado referente ao ano de 2018.

Tiveram destaque a expansão das receitas de serviços (+9,2%), as receitas de operações de crédito (+4,7%) e a manutenção do patamar de resultados com títulos e valores mobiliários. Os números foram divulgados em reunião pública, realizada na manhã desta terça-feira (18), na agência Banestes Valores, localizada em Vitória.

O diretor-presidente do Banestes, José Amarildo Casagrande, comemorou o resultado e falou sobre importância dos investimentos em prol da modernização dos serviços bancários e do foco no desenvolvimento da economia local: “trabalhamos duro durante todo o ano de 2019 com foco em atingirmos um novo resultado recorde para o Banestes. O resultado positivo oportuniza mais investimentos em todo o Estado, a partir de ações do Governo estadual. Por isso, essa é uma conquista de todos os capixabas. Além disso, é importante destacarmos que o novo resultado recorde é um reflexo das ações de modernização que estão sendo implementadas, todas com o foco em facilitar o dia a dia de nossos clientes”.

José Amarildo Casagrande, que comandou a primeira parte da apresentação dos resultados durante a reunião pública, ressaltou ainda a importância do engajamento de toda a equipe funcional do banco. “Eu não poderia deixar de destacar que o mérito dessa conquista histórica é de toda a diretoria e da rede de colaboradores do Banestes, que trabalham com grande dedicação e esforço, focados no compromisso de inovar e oferecer condições diferenciadas aos nossos clientes, em meio a este cenário tão desafiador que todo o sistema bancário vivencia”. E ainda reforçou: “o Banestes é um banco público forte, alinhado às modificações do mercado e em ativo crescimento”.

O diretor de Tecnologia do Banestes, Silvio Henrique Brunoro Grillo, detalhou os resultados obtidos para o público presente, composto por autoridades do Estado, representantes da Diretoria do Banco, acionistas, analistas de investimentos, jornalistas e outros convidados. Sobre o resultado, Silvio Grillo destacou que “o Banestes tem investido fortemente nas soluções via canais digitais, pois temos como foco oportunizar a melhor experiência para o nosso cliente. Tais ações trouxeram impactos bastante positivos para o Banestes”. Além disso, o diretor destacou que “temos como objetivo expandir a oferta de produtos, serviços e soluções por meio da ampla rede de atendimento do Banco, presente em todos os municípios do Estado. Ou seja, o atendimento presencial também é alvo de investimentos por parte da administração”.

Resultado anual de 2019
O resultado operacional em 2019 atingiu R$ 302 milhões. Já o resultado operacional recorrente somou R$ 344 milhões, um crescimento de 2,9% contra o mesmo período de 2018. No quarto trimestre de 2019, o Lucro Líquido por ação foi de R$ 0,15, acumulando o valor de R$ 0,68 nos últimos doze meses, o que representa uma distribuição de 6,3% do valor médio das ações. No acumulado dos últimos doze meses, foi destinado aos acionistas o valor de R$ 108 milhões a título de JSCP e Dividendos, representando a distribuição de 50,6% do lucro líquido. Nesse período, o Retorno sobre o Patrimônio Líquido Médio (ROE) foi de 13,8%, elevando o patamar de distribuição dos resultados aos acionistas.

No acumulado do ano, a Margem Financeira atingiu R$ 741 milhões, estável quando comparado ao ano de 2018. As Receitas de Prestação de Serviços registraram R$ 366 milhões, crescendo 9,2% contra o mesmo período de 2018, refletindo a estratégia de maximizar o relacionamento com a base de clientes do Banco (aproximadamente 1,15 milhão de clientes), incorporada ao pilar estratégico de “experiência do cliente”.

Gerenciando os recursos de forma a maximizar o retorno, foram investidos R$ 10,5 bilhões em títulos e valores mobiliários, uma expansão de 7,9% em relação ao trimestre anterior e de 9,1% contra o mesmo período do ano anterior. As operações de crédito registraram o saldo de R$ 3,84 bilhões, crescente 4,5% em 12 meses.

O Patrimônio Líquido atingiu R$ 1,6 bilhão no quarto trimestre de 2019, crescimento de 7,8% se comparado ao mesmo período de 2018. O Banestes mantém sólido crescimento do seu capital, fator indispensável para suportar o financiamento da atividade produtiva e as necessidades de clientes de forma eficiente e competitiva. A relação entre o Patrimônio Líquido e Ativo Total foi de 6,8%.

A Carteira de Crédito Ampliada registrou o saldo de R$ 6,8 bilhões no quarto trimestre do ano, expansão de 15,8% em relação ao mesmo período de 2018. As maiores evoluções do trimestre, em comparação ao mesmo trimestre de 2018, foram registradas pelas concessões na modalidade de empréstimos (+1,5% em 3 meses e +8,3% em 12 meses), destaque para Consignação em Folha (+9,9% em 12 meses) e Crédito Pessoal (+20,4% em 12 meses); pelos financiamentos imobiliários (+8,6% em 12 meses), e pelas operações de cartão de crédito (+12,7% em 12 meses).

A Carteira de Crédito Comercial (conceito Bacen) registrou o saldo de R$ 4,2 bilhões, crescente 3,2% em relação ao mesmo período de 2018. Desse montante, R$ 2,7 bilhões (63,5%) são de operações com pessoas físicas e R$ 1,5 bilhão com pessoas jurídicas (36,5%). Da carteira de pessoa jurídica, 81,0% são concessões a micro, pequenas e médias empresas, e 19,0% a grandes empresas.

O Banestes possui papel fundamental na economia do Estado do Espírito Santo, participando ativamente no financiamento do consumo, da produção e do investimento local, apoiando de forma segura e rentável o processo de democratização do crédito e inclusão financeira. Para isso, utiliza como estratégia a diversificação da oferta do crédito a condições comerciais competitivas e sustentáveis, com foco na aplicação dos recursos prioritariamente nas carteiras com menor risco e com maiores garantias.

O Banco possui relacionamento com mais de 1,15 milhão de clientes (+3,3% em 12 meses), sendo 1.082 mil pessoas físicas e 68 mil pessoas jurídicas. Esses clientes movimentaram 736 mil contas correntes (+2,1% em 12 meses) e 586 mil contas poupança (+2,8% em 12 meses).

Rating
A nota de rating em escala nacional (moeda local) para risco de crédito medida pela Fitch Ratings manteve-se em A+(bra) e classificação BB- (moeda estrangeira), ambas com perspectiva positiva, mantendo forte a imagem da Instituição no setor bancário e financeiro, mesmo diante dos efeitos da conjuntura macroeconômica ainda restritiva.

Cartões
Um dos vetores de crescimento do Banestes, o cartão de bandeira própria “Banescard”, continua avançando no mercado de meios de pagamentos. São mais de dois milhões de estabelecimentos comerciais credenciados às redes Cielo, Getnet, Bin, Rede e Stone em todo o Brasil. No ano de 2019, foram mais de 25 milhões de operações, expansão de 5,0% quando comparada a 2018, ratificando sua alta aceitação no varejo. O valor transacionado em compras e saques com os cartões de débito e crédito atingiu R$ 1,8 bilhão, crescimento de 4,0% contra o ano de 2018. Os cartões de crédito e débito Banestes Visa crescem a ritmo expressivo, tornando-se cada vez mais importante no portfólio de produtos da Instituição. Os cartões passaram a contar com a tecnologia contactless, além da possibilidade do parcelamento da fatura. No ano de 2019, expandiu 33,0% em números de transações em compras e saques, de pessoas físicas e jurídicas, contra 2018. Esse fato resultou em aumento de 29,4% no seu faturamento, alcançando a cifra de R$ 1,3 bilhão em 2019.

Investimentos em Tecnologia
No que tange Tecnologia da Informação/Comunicação, de janeiro a dezembro de 2019, foi investida a quantia de R$ 80 milhões. Modernizaram-se os sistemas de informação, a infraestrutura de comunicação, a segurança da informação e a rede de autoatendimento. Os trabalhos estão focados na ampliação de prestação de serviços pelos canais digitais, principalmente nos canais Internet Banking e Banestes.Corp, e nos Aplicativos Banestes, Banestes Cartões e Abre Contas Banestes, aderentes à transformação digital do Banco. Foram implantadas, no sistema de automação bancária, iniciativas para automatização de procedimentos de suporte e de atendimento à rede de agências/correspondentes, visando a melhoria na eficiência operacional e mais agilidade no atendimento a clientes.

Transformação Digital: canais e serviços digitais
Os diversos segmentos do mercado estão trilhando a sua jornada de transformação digital.Assim também acontece com o Banestes, que, em linha com as práticas de mercado, criou em 2019 a Gerência de Laboratório Banestes (Gelab), cujo o propósito é a inovação, conectando pessoas e ideias. O canal mobile seguiu como principal canal de transações para os clientes, com um total de 58 milhões de transações acumuladas no ano. Os canais digitais (Internet Banking e Mobile) foram responsáveis por 17 milhões de transações financeiras.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui