Bandes e Banestes financiam R$ 40 milhões para a Imetame Energia

Consórcio bancário garante investimento na cadeia produtiva de petróleo e gás no Estado

0
123
Foto: Divulgação/Imetame Energia

O Espírito Santo, terceiro maior produtor de petróleo no País, avança também na geração de negócios da indústria do petróleo e gás. Um consórcio formado pelo Bandes e Banestes vai financiar cerca de R$ 40 milhões para a Imetame Energia, de Aracruz, empresa do Grupo Imetame, que tem construído uma atuação diversificada em vários segmentos sinérgicos e que está em franca expansão.

Cada banco entrará com R$ 20 milhões em financiamentos, que serão investidos no pagamento de direitos de exploração dos campos terrestres do polo Lagoa Parda, em Linhares, à Petrobras. As reservas adquiridas pela Imetame somam 2,51 milhões de barris de óleo e 55 milhões de metros cúbicos de gás natural, com a garantia de venda da produção para a própria Petrobras.

A Imetame Metalmecânica, a primeira empresa do grupo, nasceu da identificação de oportunidade de negócio nos serviços excedentes de usinagem e soldagem da antiga Aracruz Florestal, em 1980. Desde então, a empresa vem apostando na expansão das atividades, com atuação em todo o território nacional.

Em videoconferência realizada na segunda-feira 13, o governador Renato Casagrande destacou os investimentos: “o plano de desinvestimento da Petrobras nos deixou felizes, pois abriu um leque de oportunidades para empresas, como a Imetame, que tem capacidade de fazer investimentos em locais onde a petrolífera já tinha desistido. É a garantia de geração de emprego, de receita e de desenvolvimento no Estado e na região”.

O projeto
A Imetame Energia adquiriu, junto à Petrobras, a totalidade de participações nos campos terrestres do polo Lagoa Parda, em Linhares, por US$ 9,3 milhões. O polo compreende três concessões de produção na porção central do Espírito Santo, ao Sul da foz do rio Doce. A estimativa é que, ao longo do projeto, sejam gerados mais de R$ 100 milhões em arrecadação de tributos e royalties.

O grupo já está atuando em petróleo e gás com operações no Nordeste do País. Os estados da Bahia e do Rio Grande do Norte já executam a exploração e a produção. Além da diversificação dos negócios, apesar do ano difícil para a indústria de uma maneira geral, há perspectiva de crescimento na geração de postos de trabalho.

O novo bloco adquirido junto à Petrobras é composto de poços maduros, ou seja, poços que já estão em produção e, a partir da homologação da Agência Nacional de Petróleo (ANP), a produção já gera receita para a empresa. Com os investimentos até aqui realizados pela Petrobras, e com os novos investimentos da empresa, a expectativa é que a produção do campo se mantenha estável e que empregos locais sejam mantidos.

PUBLICIDADE