Bancada capixaba pede auxílio para pescadores

O documento enviado ao Governo Federal atende ao pedido feito à bancada pela presidente da Comissão da Agricultura da Assembleia Legislativa, deputada Janete de Sá

0
14
Foto: Divulgação

A bancada federal capixaba encaminhou na terça-feira 31, ao Ministério da Agricultura, solicitação para que seja oferecido auxílio aos pescadores do Espírito Santo que estão com a atividade prejudicada durante as medidas de isolamento social para o combate à pandemia do novo coronavírus.

O documento enviado ao Governo Federal atende ao pedido feito à bancada pela presidente da Comissão da Agricultura da Assembleia Legislativa, deputada Janete de Sá. No pedido, a bancada justificou que os pescadores estão com dificuldade de sair para realizar a atividade devido à falta de insumos em decorrência do comércio fechado e também na comercialização dos pescados.

Por isso, os parlamentares pedem que o auxílio emergencial de R$ 600 seja estendido a esses profissionais ou que seja concedido um auxílio, por Medida Provisória, semelhante ao feito durante ao surgimento das manchas de óleo no litoral brasileiro no ano passado. “Recebemos da deputada Janete de Sá um pedido de ajuda aos pescadores capixabas que, assim como os demais profissionais, estão sendo impactados pelo novo coronavírus”, destacou o deputado federal e coordenador da bancada, Da Vitória.

“Os pescadores capixabas estão em um quadro desesperador pois não tem para quem vender, uma vez que a população está sendo orientada a ficar em casa e também não conseguem adquirir os insumos e consequentemente não podem pescar. Precisamos desta intervenção da bancada para que os pescadores possam passar por esse momento difícil com condições de sustentar suas famílias”, ressaltou a deputada Janete de Sá. O Estado possui mais de 13 mil pescadores ativos e quase 5 mil com pedido em análise para integrarem o Regime Geral da Atividade Pesqueira (RGP).

PUBLICIDADE