Assembleia Legislativa celebra centenário da Ordem do Arco-Íris

A instituição pertence à Maçonaria e foi criada nos Estados Unidos para acolher órfãs da Primeira Guerra Mundial com idades entre 11 e 20 anos

0
251
Foto: Ana SallesInstituição pertence à Maçonaria e prepara as adolescentes e as jovens para trabalhos voluntários e protagonismo profissional e político. A homenagem foi da deputada Janete de Sá

Por Patrícia Bravin

O centenário da Ordem Internacional do Arco-Íris para meninas foi comemorado na Assembleia Legislativa na noite de segunda-feira 18, em sessão solene de iniciativa da deputada Janete de Sá. A instituição pertence à Maçonaria e foi criada nos Estados Unidos para acolher órfãs da Primeira Guerra Mundial com idades entre 11 e 20 anos. O objetivo, desde a criação, foi a promoção da autoestima e a formação de lideranças. Entre os ensinamentos, as integrantes da ordem desenvolvem habilidades para falar em público. A atividade também desperta a responsabilidade social.

No Espírito Santo, cerca de 250 jovens e adolescentes integram a ordem em oito unidades regionais chamadas de assembleias. Wagner Franco Ribeiro, um dos responsáveis pelas ordens paramaçônicas no Estado, disse que, em 100 anos, a Arco-Íris pregou o bem ao próximo, desenvolvendo o empoderamento das meninas para torná-las aptas aos mais altos postos de trabalho e da sociedade, além do olhar para o voluntariado.

A líder juvenil Maria Clara Santos falou da experiência na Ordem e contou que presenciou meninas que conseguiram se livrar de drogas, da depressão e de relacionamentos abusivos. Falou da responsabilidade que cada integrante assume ao entrar na instituição e, mais que tudo, o companheirismo que elas constroem ao longo dos ensinamentos. “Ninguém tira da gente a nossa amizade, os nossos ensinamentos e principalmente o nosso arco-íris”, afirmou.

O desembargador Ney Batista Coutinho, que é uma liderança maçônica, citou trecho da poesia de Carlos Drummond de Andrade – “no meio do caminho tinha uma pedra” – para expressar que a entidade já enfrentou muitas lutas. “É uma ajuda que essa juventude precisa. É um incentivo para seguir em frente porque os percalços da vida são muitos”, pontuou.

A deputada Janete de Sá destacou que a Ordem é muito importante para resgatar valores que, segundo ela, vêm se perdendo na modernidade. A parlamentar lembrou a guerra na Ucrânia com as violações aos direitos humanos: “Momentos como esse que voltamos nosso olhar para a necessidade de ter instrumentos para orientar as novas gerações que vão contribuir com mudanças importantes na sociedade. Essa Ordem enxerga a viabilidade de uma sociedade mais justa e mais fraterna. E eu não tenho dúvida de quanto a mulher é importante na construção da bondade perdida”, ressaltou.

O deputado Doutor Hércules, que é membro da Maçonaria, também repercutiu o conflito entre russos e ucranianos: “É difícil ver bomba caindo em cima de maternidade. Portanto, a orientação que edifica o caráter é muito importante nesse mundo em que vivemos. São 100 anos de perseverança e de retidão, mostrando às jovens o melhor caminho”, afirmou.

Significado

As cores do arco-íris simbolizam aprendizados que a Maçonaria considera essenciais. O vermelho representa o amor ao lar e à família; laranja é a cor da religião; o amarelo é a natureza e o verde, imortalidade. Os valores de fidelidade são lembrados pelo azul. O anil está ligado ao patriotismo e o violeta ao serviço voluntário.

Homenageados

Adriana dos Santos Ferreira Franco Ribeiro

Aldo Alves Gonçalves

Aides Bertoldo da Silva

Ana Augusta Pessin Thiengo

Ana Carolina Cau

Andréa Athayde Coutinho

Casimiro Ramos Junior

Carolina Dalva Mareto Vargas

Cecília Nalli de Freitas

Charlies Geovane Cypreste dos Santos

Emílio Augusto Trinxet Brandão Junior

Fábio Ferrari Santos

Fábio Santos Moreira

Fernanda Simões Távora

Francini Bonomo Crispim Silva

Francisco Carlos Crispim Silva

Gláucia Maria Januário Cau

Graziela Luiza Medeiros

Izaias Nunes de Jesus

José Carlos Soares

José Enes Mauro

Julia Molino

Kelly Bergamini

Laíze Nalle de Freitas

Luíza Giuberti Borghi

Lusmar Thiengo

Marcia Moura Moreira

Maria Clara Santos

Maria Gorente Colodete

Maria Luíza Lombardi Nascimento

Marco Antônio Cau

Nathália Frinhani Foresti

Neucimar Bravim

Nelcina Dias Athayde Coutinho

Ney Batista Coutinho

Rita Cosme

Rogilene Aparecida Bonomo Crispim

Rubens Vieira

Vânia Casagrande Martelli

Wagner Franco Vieira

Walter Alves Noronha

PUBLICIDADE