Assembleia arrecada 33 toneladas de alimentos

Cerca de 1,3 mil famílias serão beneficiadas com doações angariadas pela campanha “A Fome não Espera!”

0
50
Foto: Lucas SilvaServidores da Assembleia que foram voluntários na campanha

A Assembleia Legislativa, em parceria com a Federação das Fundações e Associações do Espírito Santo (Fundaes), realizou uma iniciativa de arrecadação de alimentos para ajudar essas famílias em situação de vulnerabilidade. A campanha “A Fome não Espera!”, que foi encerrada na sexta-feira 23, arrecadou 33 toneladas de alimentos que irão para a mesa de mais de 1,3 mil lares capixabas.

Um desses lares é o da Ana Paula dos Santos, moradora da região de São Benedito, em Vitória. Ana Paula trabalhava como faxineira, acabou ficando sem emprego. O marido, autônomo, trabalha sob demanda em diversos tipos de serviço na construção civil, mas também foi prejudicado pela pandemia. O casal tem quatro filhos que moram com eles e a única fonte de renda fixa, atualmente, é o Bolsa Família.
Os filhos de Ana Paula são atendidos pelo Secri (Serviço de Engajamento Comunitário), instituição sem fins lucrativos, que trabalha com famílias do bairro e comunidades vizinhas há mais de 30 anos. São oferecidas atividades no contraturno escolar como aulas de literatura, musicalização, canto e percussão para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social.

O presidente da Assembleia, deputado Erick Musso, destacou: “Quero agradecer a todos que estiveram envolvidos nessa campanha. Sociedade, servidores, instituições, empresas e todos os parceiros que se empenharam nas doações. Unimos, mais uma vez, força com os capixabas para socorrer quem mais precisa, quem perdeu tudo, quem tem fome. Estaremos sempre a postos para ajudar a nossa gente. Mais uma vez, muito obrigado, capixaba, pela generosidade com um irmão menos favorecido e que está sofrendo as consequências nefastas desta pandemia”.

Entidades beneficiadas
Os alimentos e itens de higiene arrecadados foram distribuídos para 17 instituições: Instituto Abequar (Linhares); Instituto João XXIII (Vitória); Fundação Carmem Lúcia (Vila Velha); Associação Recreativa e Cultural Mocidade Unida da Glória – MUG (Vila Velha); Serviço de Engajamento Comunitário – Secri (Vitória); Associação dos Amigos dos Autistas – Amaes (Vitória); Rochativa (Cachoeiro de Itapemirim); Fundação Beneficente Praia do Canto (Vitória); Ateliê de Ideias (Vitória); Associação Amigos da Justiça (Aracruz, Ibiraçu, João Neiva e Serra); Associação Pestalozzi (Serra); Instituto Laudino (Serra); Chegou o que Faltava (Vitória); Apae (Serra); Obra Social Nossa Senhora das Graças (Vitória); Pastoral Social Santa Dulce dos Pobres (Cariacica); e Rede Aica (Serra e Santa Teresa).

PUBLICIDADE