Assembleia abre espaço para a imprensa capixaba

O Espaço Memória da Imprensa Capixaba Milson Henriques foi criado com o objetivo de expor, permanentemente, a história da imprensa do Espírito Santo

0
24
Novo espaço leva o nome do cartunista Milson Henriques e terá exposição permanente. Charge: Genildo

Por Karina Borgo

A trajetória da imprensa capixaba ao acesso de todos. É o que propõe o Projeto de Resolução (PR) 10/2020, de autoria do deputado Enivaldo dos Anjos. A matéria cria, na Assembleia Legislativa, o Espaço Memória da Imprensa Capixaba Milson Henriques, com o objetivo de expor, permanentemente, a história da imprensa do Espírito Santo.

A exposição contará com atualização periódica e um banco de dados sobre as revistas e jornais dos municípios, antigos e atuais, além de fotos de momentos históricos e de profissionais da área de comunicação que prestaram relevantes serviços por meio do exercício de suas atividades.

Outra finalidade é proporcionar aos profissionais da área de comunicação um ambiente próprio na Casa, devidamente equipado, tendo em vista a importância social da atividade que exercem. O espaço homenageia o cartunista, ator e escritor Milson Henriques, considerado um dos maiores ícones da cultura e da arte do Estado. O artista destacou-se também como chargista, ao criar a personagem Marly, com tirinhas publicadas diariamente em A Gazeta. Henriques faleceu em 2016, aos 78 anos, de leucemia.

O ambiente será vinculado à Presidência, que poderá designar a responsabilidade da gestão para outro órgão ou setor da Assembleia, provavelmente e o Cerimonial, que já administra os demais espaços de exposição e dois auditórios. No espaço atuarão servidores e, para evitar aumento de despesas, deverão ser utilizados, preferencialmente, equipamentos já existentes na Casa.

PUBLICIDADE