Aracruz recebe recurso federal de R$ 13,5 milhões, sendo R$ 12,1 milhões de livre uso

A prefeitura receberá R$ 13.596.084,51 do repasse que contempla o Estado com uso obrigatório de R$ 1.444.987,65 na saúde e R$ 12.151.096,86 para uso livre

0
338
Sede do município de Aracruz. Foto: Divulgação/PMA

O décimo maior repasse da União na divisão dos R$ 25 bilhões para os municípios nos termos do Programa Federativo de Enfrentamento ao coronavírus, no Espírito Santo, que recebe R$ 936 milhões, é o de Aracruz, com uma população de 101.220 habitantes. A prefeitura receberá R$ 13.596.084,51 do repasse que contempla o Estado com uso obrigatório de R$ 1.444.987,65 na saúde e R$ 12.151.096,86 para uso livre.

Os outros nove municípios são: Serra, Vila Velha, Cariacica, Vitória, Cachoeiro de Itapemirim, Linhares, São Mateus, Guarapari e Colatina. Na região, os repasses contemplam Fundão (R$ 2.889.134,3), Ibiraçu (R$ 1.676.205,68) e João Neiva (R$ 2.238.881,02).

Segundo informou o secretário estadual de Fazenda, Rogelio Amorim, o pacote de socorro será dividido em quatro meses. “Do valor total destinado do Estado, R$ 225 milhões vão ser direcionados exclusivamente ao combate e prevenção da doença. Já os R$ 712 milhões restantes servem para compensar as perdas do orçamento anual, estipuladas em R$ 3,4 bilhões”, destaca.

Apesar de não haver uma previsão de quando o Espírito Santo recebe a primeira parcela do socorro econômico, segundo o secretário, existe a expectativa que o repasse ocorra no dia 15 de maio. A maior parte da verba foi dividida (60%) com base no tamanho da população, e os 40% restantes, de acordo com a taxa de incidência de coronavírus em cada Estado.

PUBLICIDADE