Aracruz faz homenagem a combatente da Segunda Guerra

A homenagem foi em reconhecimento aos esforços de quando Jacinto Martinelli era jovem no Exército

0
53
Foto: Humberto De Marchi/Secom PMA

Ao completar 99 anos de idade, o ex-soldado do Exército, Jacinto Martinelli residente no bairro Vila Rica, em Aracruz, foi homenageado em vida, com uma solenidade realizada pela prefeitura e o 38º Batalhão de Infantaria (38º BI) na praça Monsenhor Guilherme Schimitz, por sua atuação como combatente da Força Expedicionária Brasileira (FEB) na Segunda Guerra Mundial.

A homenagem foi em reconhecimento aos esforços de quando Jacinto Martinelli era jovem no Exército. A condecoração com a Boina Verde-Oliva, que ostenta o brasão da instituição, foi entregue por Luiz Mantovani, veterano do Batalhão da Guarda Presidencial no ano de 1955 e seu amigo. Ele também recebeu um certificado em nome de todos os que compõem o Batalhão Tibúrcio, ao qual ele serviu.

Martinelli demonstrou a sua felicidade com a homenagem, comemorada ao lado da família. Aos 22 anos ele ingressou no Exército, servindo por dois anos. Ele tem sete filhos e atualmente mora com um deles, no bairro Vila Rica. A Segunda Guerra Mundial foi um conflito militar que durou seis anos e teve a participação da maioria das nações, como o Brasil, que enviou mais de 25 mil homens, incluindo 200 capixabas, que foram convocados e fizeram história com seus serviços dedicados à pátria.

PUBLICIDADE