Aracruz entre os 10 municípios que encerraram 2021 com recursos em caixa

Os dados são do anuário Finanças dos Municípios Capixabas, divulgado recentemente pela Aequus Consultoria

0
33
Sede do município de Aracruz. Foto: Divulgação/PMA

Despesas em queda e receitas em alta fizeram com que os municípios capixabas fechassem o ano de 2021 com as contas em dia e R$ 1,81 bilhão em caixa. Aracruz, terceiro colocado, encerrou o ano com R$ 137,7 milhões em caixa. Os dados são do anuário Finanças dos Municípios Capixabas, divulgado recentemente pela Aequus Consultoria, que avaliou 76 cidades com dados disponíveis nos Relatórios de Gestão Fiscal (RGF) e constatou que todas encerraram o exercício do ano passado com saldo positivo.

Segundo os dados disponíveis na publicação, em valores absolutos, as maiores disponibilidades de caixa com recursos não vinculados foram observadas em Vitória (R$ 607,8 milhões), Serra (R$ 238,9 milhões), Aracruz (R$ 137,7 milhões), Vila Velha (R$ 92 milhões), Linhares (R$ 64,9 milhões), Cachoeiro de Itapemirim (R$ 53,3 milhões) e Colatina (R$ 53,3 milhões).

De acordo com Alberto Borges, economista e editor da publicação, a melhora da disponibilidade de caixa vem desde 2020 – que foi o último ano de mandato das prefeituras e, portanto, as administrações são proibidas de deixarem despesas sem cobertura financeira. Além disso, ele lembra que o repasse de verbas da União aos municípios para enfrentamento à covid-19, a expansão do ICMS graças ao reajuste dos preços da energia elétrica e dos combustíveis, e a contenção dos gastos com pessoal em razão da LC 173 também contribuíram.

“Com uma posição mais confortável herdada do ano anterior, os municípios capixabas viram suas receitas crescerem 4,8% em 2021, ao mesmo tempo em que reduziram as despesas em 3,4%, o que fez suas disponibilidades de caixa saltarem para mais de R$ 1,5 bilhão no exercício”, observou o economista.

Os 10 municípios capixabas com maiores valores em disponibilidade de caixa ao final de 2021:
1°. Vitória: R$ 607.819.522,2
2°. Serra: R$ 238.905.267,7
3°. Aracruz: R$ 137.680.384,9
4°. Vila Velha: R$ 91.993.348,4
5°. Linhares: R$ 64.895.447,3
6°. Cachoeira de Itapemirim: R$ 53.337.554,5
7°. Colatina: R$ 53.327.714,6
8°. Cariacica: R$ 47.657.883,9
9° Viana: 33.154.234,7
10° Castelo: R$ 31.290.133,6
Fonte: Anuário Finanças dos Munícipios Capixabas – Aequus Consultoria

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui