Ano jubilar da Paróquia São João Batista terá visita missionária do padroeiro às famílias

A programação jubilar seguirá até o fim do ano, que também será marcado pela primeira visita pastoral do atual bispo diocesano, dom Joaquim Wladimir Lopes Dias

0
179
O padre Antonio Luiz Pandolfi fez o envio das capelas de São João, que seguirão em visitas missionárias às famílias da comunidade. Foto: Divulgação/Diocese de Colatina

No ano em que celebra sete décadas de evangelização, a Paróquia São João Batista, de Aracruz, conta com uma bela programação para valorizar a fraternidade e a misericórdia entre os fiéis.

Solenidade da Epifania do Senhor. Foto: Divulgação/Diocese de Colatina

O primeiro momento marcante do ano jubilar da paróquia ocorreu no último dia 5 de janeiro, quando houve a Solenidade da Epifania do Senhor, tendo sido celebrada uma “Missa Memória” na Igreja Nossa Senhora da Penha, no distrito de Santa Cruz. Foi um momento emocionante que recordou os primeiros tempos de evangelização no município.

Já no domingo passado 2, a Solenidade da Apresentação do Senhor foi marcada por uma missa singular na Igreja Matriz, com a ‘Abertura do Ano Pastoral’ e o lançamento do selo jubilar da paróquia. Na ocasião, o padre Antonio Luiz Pandolfi fez o envio das capelas de São João, que seguirão em visitas missionárias às famílias da comunidade.

O ano jubilar da Paróquia São João Batista teve início no dia 8 de dezembro de 2019 e lembra os 70 anos de transferência da sede paroquial, que ficava em Santa Cruz, para a região onde hoje fica o centro de Aracruz. Com essa transferência, a paróquia, que era dedicada a Nossa Senhora da Penha, assume São João Batista como padroeiro, já que a capela onde ela se instalou era consagrada ao precursor. Meses mais tarde, a sede municipal também foi transferida para o centro do município.

A programação jubilar seguirá até o fim do ano, que também será marcado pela primeira visita pastoral do atual bispo diocesano, dom Joaquim Wladimir Lopes Dias.

PUBLICIDADE