Viemos juntas propor a você uma melhoria na qualidade de vida e gerenciamento para o seu envelhecimento!

0
227

Nesse contexto surge uma nova abordagem da medicina e nutrição, baseada em quatro pilares fundamentais para a saúde, que são: prevenção, predição, personalização e participação, propondo uma abordagem estruturada com base nos avanços das pesquisas e estudos na área de saúde, das tecnologias diagnósticas e do trabalho interdisciplinar. Assim, evitamos que nossos pacientes sofram uma abordagem fragmentada da sua saúde, que refletiria em uma série de intervenções não conectadas e às vezes sem eficiência.

É a inclusão completa do ser humano, considerando suas vontades e envolvendo-o nas decisões que definem o cuidado recebido, incluindo todos os esforços para evitar o surgimento de enfermidades ou de complicações. Questões estas que envolvem o estilo de vida, a alimentação, os exercícios, além do equilíbrio hormonal do organismo.

Buscar uma relação mais humanizada entre nós e os pacientes é outra característica marcante dos nossos atendimentos. Dar ouvidos ao paciente e entender o seu modo de vida é fundamental para obter um diagnóstico mais eficiente e um tratamento eficaz, dando uma atenção cada vez mais individualizada. Além disso, priorizar o estímulo à sua participação ativa, tornando-o protagonista do cuidado com a própria saúde.

Já sabemos que a mudança no estilo de vida com a adoção de hábitos saudáveis aumenta a expectativa de vida de 6 a 10 anos. Além disso, há também prevenção de doenças crônicas e alguns tipos de câncer.

Estamos também nos referindo à possibilidade de uma medicina personalizada, que engloba testes genéticos para revelar predisposição a doenças; exames hormonais salivares, intervenções no estilo de vida; detecção precoce das doenças; e aplicação de terapias específicas.

A juventude não é eterna e nem a ciência descobriu a fonte do rejuvenescimento. Envelhecer é inevitável, mas já é possível retardar a idade biológica e manter os indivíduos saudáveis na terceira idade sem a manifestação de doenças degenerativas (como Demências, Alzheimer, Parkinson, Esclerose, Osteoporose, Câncer e Diabetes).

Um estudo desenvolvido pela USP aponta que os idosos estão vivendo com menor qualidade de vida, já que convivem mais tempo com doenças crônicas, estas que poderiam ter sido evitadas pelo autocuidado.

Adotar bons hábitos e entender que as escolhas feitas hoje irão refletir diretamente em seu futuro é essencial! Ter uma alimentação equilibrada, praticar atividades físicas regulares, dormir bem, cuidar da saúde mental e suplementar nutrientes são os pilares de uma longevidade saudável.

Dra.Tamiris Perovano                           Dra. Tamiris Giacomin
Nutrição Personalizada                           Medicina de Longevidade
CRN-ES 09100388                                     CRM-ES 11247
(27) 99856-7232                                        (27) 99935-1508

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui