Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
27/09/2019 às 09:02
Fazedores de Cultura: conheça a história do Mestre Cabelim

Valter Pereira do Rosário, ou para muitos, o Mestre Cabelim, tem a história da sua vida entrelaçada à de João Neiva. Desde 1992 levando o esporte aos moradores do município, Cabelim rodou por alguns lugares até encontrar aquele que seria o local de crescimento pessoal e profissional.

 

Nascido em 1968 no município de Afonso Cláudio, Valter mudou-se para Baixo Guandu ainda muito novo. Mas foi aos 20 anos, através de Arlindo Furtado Lima, o Mestre Lima, que o jovem teve seu primeiro contato com a capoeira, no município de Aimorés, no Lorena Clube. O jovem, desde o início, mostrou que tinha talento para a capoeira e conquistou sua primeira graduação com apenas 45 dias treino. Fato esse que se leva em torno de 6 a 9 meses.

 

Em 1992, aos 25 anos, Cabelim passa a morar em João Neiva e tem sua primeira turma oficial de capoeira, com cerca de 80 alunos pagantes, no Clube Vila Nova. Mostrando trabalho e talento, logo surge a oportunidade do atleta levar sua turma para o Centro Comunitário, ganhando mais 10 alunos de um projeto social bancados pela prefeitura.

 

Neste mesmo ano, Cabelim monta seu próprio grupo de capoeira, o Jogo Livre, que ao longo dos anos formou muitos alunos e também tomou proporções maiores. O grupo desenvolve seus trabalhos em Ibiraçu, Fundão, Santa Maria de Jetibá e Aracruz, e também no município mineiro de Alvarenga.

 

Engana-se quem acredita que a vida de Cabelim foi tudo fácil. O capoeirista chegou a passar dificuldades, chegando a morar com sua família em um pequeno cômodo alugado nos fundos de uma borracharia. Em 2001, Cabelim chegou à tão sonhada graduação de Mestre, passando a ter ainda mais notoriedade entre os capoeiristas do Espírito Santo. A luta diária não fez o atleta desistir.

 

O Mestre conseguiu sair do aluguel e comprar sua casa própria e aos poucos transformar o local não apenas na sua moradia, mas também em sua academia, onde dá aulas e treina. Atualmente, Mestre Cabelim atua no projeto Crubixá J.H.J, em que dá aulas de capoeira há mais de 11 anos e também na Pestalozzi de João Neiva, em que ensina a prática há mais de 12 anos aos alunos da instituição.

 

Com 51 anos de vida e 31 deles dedicados à capoeira, Cabelim atende cerca de 100 alunos semanalmente e ainda treina para as suas competições. Perguntado sobre sua aposentadoria, o Mestre disse que está em seus planos, mas que ainda não tem data definida.

Veja mais sobre Cidades [+ notícias]

Edição da Semana

Coluna
Beth Vervloet

Confira aqui as notícias da sociedade e as fotos de quem é notícia em Aracruz e região.

Fórum do Leitor

Entre e deixe o seu comentario em nosso livro de visitas!