Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
30/08/2019 às 13:32
Empreendedorismo se torna ferramenta para ressocialização de internos em Aracruz

Um dos significados de empreender é criar um novo negócio e ter a capacidade de coordenar e fazer a gestão de um novo projeto. E, para quem está em uma unidade prisional, a transformação é necessária para uma mudança na vida, com novas conquistas. Pensando nisso, o Centro de Detenção Provisória de Aracruz (CDPA), em parceria com sua unidade escolar, desenvolveu neste ano o projeto “Empreendedorismo e Empregabilidade”, que encerrou as atividades de sua primeira turma na quinta-feira 29.

 

O diretor do CDPA, Dantas Campostrini, explica que a ideia do projeto é despertar a consciência dos internos e promover capacitação para que, ao retornar à sociedade, eles possam trabalhar em suas atividades legais. “Nós queremos empodera-los para que façam escolhas certas. Estimulando o empreendedorismo, conversamos sobre a possibilidade de construir cooperativas e associações para facilitar e valorizar seus produtos. Isso permite que eles pensem em crescer e melhorar a comunidade local. Dessa forma, dialogamos sobre práticas que possam empoderar os internos e suas famílias, para que tenham condições financeiras e mais qualidade de vida” descreveu.

 

Em sala, durantes as aulas, os professores trabalhavam de forma multidisciplinar, com temas voltados à prática do empreendedorismo. As aulas estimularam e instruíram os estudantes para que, ao sair da unidade, formalizem seu negócio, talento ou serviço. Para o desenvolvimento do projeto, vídeos, documentários e até maquetes sobre os empreendimentos que eles desejavam colocar em prática foram trabalhados em grupo.

 

A equipe também abordou o empreendedorismo social, que estimula a preservação do meio ambiente e a sustentabilidade, bem como a valorização da mão de obra e insumos locais.

 

Empresário ministra palestra para internos

No encerramento do primeiro ciclo do projeto na quinta-feira 29, o empresário Luis Soares Cordeiro, sócio de uma empresa elétrica, compartilhou sua experiência com os presos. Alguns familiares dos internos também acompanharam a palestra. Empresário nato, com empresas de grande porte gerando mais de 1.500 empregos, Luis relatou aos internos sua experiência de vida, incluindo as dificuldades enfrentadas até chegar ao sucesso.

 

De acordo com a responsável pelo setor educacional do Centro de Detenção de Aracruz, Lucineide Rocha Schultz, o projeto motiva e destaca que por meio da persistência, e com instrução, é possível alcançar sonhos. Durante o evento, os alunos compartilharam suas experiências e perspectivas para um futuro novo e empreendedor.

Veja mais sobre Cidades [+ notícias]

Edição da Semana

Coluna
Beth Vervloet

Confira aqui as notícias da sociedade e as fotos de quem é notícia em Aracruz e região.

Fórum do Leitor

Entre e deixe o seu comentario em nosso livro de visitas!