Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
18/04/2019 às 09:25
Barra do Riacho é a melhor opção para porto competitivo

Falta de infraestrutura no fornecimento de água inviabiliza projetos

 

No balanço que fez na Assembleia sobre os primeiros dias de administração, o governador Renato Casagrande afirmou que Barra do Riacho, em Aracruz, é o melhor sítio para o Espírito Santo ter mais rapidamente um porto competitivo. “Isolar Barra do Riacho, fazer uma concessão, talvez sejam estes os caminhos mais rápidos para a gente poder ter um porto, além do porto da Imetame, do empresário Etore Cavallieri, que é um porto que está pronto para iniciar, dependendo de um ajuste com o Estaleiro Jurong”, destacou Casagrande.

 

O presidente da Assembleia, deputado Erick Musso, destacou que “se a Prefeitura de Aracruz não privatizar o SAAE ou deixar a Cesan assumir a autarquia municipal, a falta de infraestrutura no fornecimento de água inviabilizará o funcionamento do Estaleiro Jurong e dos novos projetos, como o Porto da Imetame. Para adequar o serviço para atender aos grandes complexos industriais, será necessário um investimento de R$ 300 milhões, inviável para a administração municipal”.

 

Segundo o governador, “o porto da Imetame é o mais viável neste momento e a concessão de Barra do Riacho seria o segundo caminho mais rápido para se resolver a questão portuária, enquanto a gente continua dando apoio ao Porto Central e à Petrocity, que são importantes. Então, resolver a questão portuária é tapar o buraco que faz vazar a água desse barril mais embaixo. O buraco mais baixo é o porto, porque resolvido o porto, a plataforma logística de Barra do Riacho é a mais eficiente, porque tem ferrovia, tem rodovia e tem aeroporto. Ali o aeroporto é da Suzano, mas pode ser usado para aviões executivos. O projeto feito do contorno de Aracruz permitirá uma logística rodoviária adequada”.

 

Segundo ele, a duplicação da rodovia BR-101 o e contorno do Mestre Álvaro, na Serra, são fundamentais. Casagrande fez um alerta, dizendo que o problema de Barra do Riacho é o saneamento. “Nós não temos. Estamos discutindo com a prefeitura, para que a Cesan assuma o fornecimento de água e o tratamento de esgoto na região de Barra do Riacho, porque é um problema para o crescimento. Você vê que o Estaleiro Jurong hoje tem que comprar água de terceiro para poder funcionar”.

Veja mais sobre Economia [+ notícias]

Edição da Semana

Coluna
Beth Vervloet

Confira aqui as notícias da sociedade e as fotos de quem é notícia em Aracruz e região.

Fórum do Leitor

Entre e deixe o seu comentario em nosso livro de visitas!