Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
05/04/2019 às 09:14
Sistema de cerco eletrônico de Aracruz já apresenta resultados no combate ao crime

O Sistema de cerco eletrônico teve sinal verde para ser implantado na região urbana de Aracruz no dia 19 de setembro de 2018, quando o prefeito Jones Cavaglieri e o secretário de Administração e Recursos Humanos, Luciano Forrechi, assinaram a ordem de serviço. Desde então os avanços na área não pararam.

 

No dia 13 de dezembro de 2018, Jones recebeu em seu gabinete o assessor especial de Tecnologia da Informação e Videomonitoramento Urbano da Prefeitura de Fortaleza, Major Gonzaga, para um encontro que discutiu estratégias e benefícios para o município, a partir da implantação do Cerco Inteligente de Segurança – sistema utilizado para o combate ao roubo de carros e a outros tipos de crimes.

 

Posteriormente, no dia 26 de dezembro, foi assinado um Convênio de Cooperação Técnica entre a prefeitura de Aracruz e a Secretaria do Estado da Segurança Pública e Defesa Social do Espírito Santo, para regularizar o sistema de Cerco Eletrônico no Centro Integrado Operacional de Defesa Social (CIODES).

 

Com esse convênio, o cerco gerou uma maior eficiência no atendimento às ocorrências que envolvam veículos com restrição, bem como os processos investigativos das agências que atuam no CIODES, que por sua vez, atuará de forma integrada e harmônica com o Sistema de Videomonitoramento já presente na cidade, porém independente, mantendo o vínculo de subordinação operacional com o comando da SESP.

 

E como forma de otimizar ainda mais os serviços do Cerco Eletrônico, no período de 28/01/19 a 01/02/2019, servidores que atuam na Central de Videomonitoramento, policiais militares e civis participam de um curso de capacitação do sistema de cerco eletrônico. A carga horária foi de 40 horas, com aulas teóricas, práticas/operacionais e de inteligência.

 

Primeira apreensão é feita com apoio do Cerco Eletrônico

No dia 1° de fevereiro um veículo foi apreendido com o apoio de imagens do cerco eletrônico. Uma movimentação suspeita de compra de rodas de liga leve foi flagrada no centro por câmeras de videomonitoramento, que não conseguiu captar a placa do veículo. De imediato a central de operação do Cerco Eletrônico foi acionada buscando as imagens de pontos que já estão coletando informações em Aracruz. O carro foi flagrado saindo do município e de imediato a polícia foi informada, conseguindo interceptar o carro e levar o condutor à delegacia para a confecção do boletim de ocorrência.

 

“Nossa gestão decidiu investir nesse sistema de segurança pública, com tecnologia de ponta, apoiando as polícias Civil e Militar nas questões de flagrantes ou mesmo de investigação. Trata-se de uma demanda que surgiu nas reuniões do GGIM - Gabinete Municipal de Gestão Integrada, quando as autoridades que o compõem, solicitaram a implantação”, lembra o prefeito Jones Cavaglieri.

 

Para o secretário de Administração e Recursos Humanos, Luciano Forrechi, essa tecnologia, funcionando junto ao Cerco, só ampliará as ações na segurança. “Nossa cidade já tem um sistema de videomonitoramento em funcionamento há algum tempo, e agora, com o Cerco Eletrônico, potencializaremos ainda mais os trabalhos com mais agilidade a eficiência de integração das polícias com esses sistemas”, ressalta.

 

Aracruz é a segunda cidade no estado e a trigésima no país a contar com o Cerco Eletrônico

O Delegado Chefe da 13º Delegacia Regional da Polícia Civil de Aracruz, Dr. João Francisco Filho, lembrou que Aracruz é uma das poucas cidades no país a contar com essa ferramenta que muito apoiará a polícia. “A Polícia Civil está certa de que seus trabalhos no combate à criminalidade serão fortalecidos. Sabemos que o Cerco Eletrônico é uma ferramenta tecnológica de grande utilidade nas investigações policias. Aracruz é uma das poucas cidades do interior que já conta com essa tecnologia, cuja eficiência de sua ferramenta nos permite monitorar o fluxo e o trânsito em tempo real, facilitando a identificação e localização dos criminosos. Além disso, facilitará muito a recuperação de veículos furtados e roubados no município, o que deverá ocasionar na diminuição desses tipos de crimes no município”, diz

 

O Cerco Eletrônico

Essa barreira eletrônica de alta tecnologia monitora 15 pontos da sede administrativa, contendo 32 faixas, para o reconhecimento ótico de caracteres capazes de identificar todos os veículos que passarem pelos pontos da barreira. Seus mecanismos permitirão alcançar objetivos estratégicos na área de segurança pública, com a prevenção e combate à violência, permitindo o monitoramento de todos os veículos que chegam ou saem da cidade, apurando quais foram furtados ou roubados, além de outros com restrições que estejam circulando.

 

"O 5° BPM se sente, junto com toda a sociedade aracruzense, presenteado com a instalação do Cerco Eletrônico. Como Comandante do 5° Batalhão, eu tenho que parabenizar o município de Aracruz, que teve uma visão de futuro no atendimento aos seus cidadãos", comenta o tenente-coronel Loureiro.

 

Central Integrada de Segurança Pública (CISP) de Aracruz

Juntos, o Cerco Eletrônico e a Central de Videomonitoramento, que hoje opera com 66 câmeras em todo o município, compõem a Central Integrada de Segurança Pública (CISP) de Aracruz, que ofertará às forças policiais mais poder de investigação e inteligência no combate ao crime.

Veja mais sobre Cidades [+ notícias]

Edição da Semana

Coluna
Beth Vervloet

Confira aqui as notícias da sociedade e as fotos de quem é notícia em Aracruz e região.

Fórum do Leitor

Entre e deixe o seu comentario em nosso livro de visitas!