Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
15/03/2019 às 08:57
Rota do Queijo reúne sabores em João Neiva

Provar o gostinho de bons queijos artesanais e conhecer os encantos do Espírito Santo. Quem passar pela Rota do Queijo, em João Neiva, na Região Turística dos Imigrantes poderá aproveitar dezenas de tipos de queijo e conhecer de perto os encantos da cidade.

 

A rota – localizada entre o distrito de Cavalinho e o trevo de João Neiva a Colatina – reúne três estabelecimentos que comercializam dos mais diferentes tipos de queijos artesanais. As queijarias funcionam em horário comercial, podendo a visita ser agendada por contato telefônico.

 

No cardápio, muitos queijos italianos e portugueses, sempre com um toque típico regional. Dentre as opções estão o provolone, manteiga, palmitinho, os recheados com goiabada, curados no vinho e o cabacinha recheado com azeitona, orégano, pimenta e alho, dentre outros.

 

Além de provar dos saborosos queijos de João Neiva, os turistas podem curtir as belezas da cidade. No roteiro, muitas paisagens naturais, casarões da imigração italiana, cachoeiras etc.

 

Queijaria do Trevo (9 9984-0457)

Com mais de 30 anos de história, a Queijaria do Trevo produz cerca de 140 kg de massa por dia. Com uma variedade de 10 tipos de queijo, o que mais vende é o cabacinha, mas eles também produzem o queijo montanhês, provolone, palmitinho e os saborizados. O tipo provolone com torresmo e o provolone com salame foram criação própria.

 

Segundo Jocimar Nunes, que fica à frente da queijaria, após a entrada para a Rota do Queijo os seus produtos ficaram mais conhecidos. “o mercado da produção do queijo é favorável, mas depois que passei a fazer parte da rota, as vendas dos meus produtos aumentaram”, diz. Além dos queijos, estão também à venda biscoitos, vinhos, defumados e outros tipos de produtos artesanais. A queijaria do Trevo funciona todos os dias, de 7h às 18h, estando situada no trevo das BRs 101 e 259.

 

Queijaria Bergantini (9 9969-6449)

Com 25 anos de história, a família Bergantini recebe seus visitantes com um bom café, acompanhado de pedacinhos de seus queijos artesanais. No início, a produção era de 12 kg por semana, mas já chegaram a produzir cerca de 250 kg. O queijo mais procurado é o tipo montanhês, de massa cozida e com muito sabor, mas os saborizados e o palmitinho também fazem muito sucesso.

 

Produzimos queijo há mais de 25 anos e somos muito felizes por isso. É disso que tiramos nosso sustento e conseguimos chegar onde estamos hoje”, destaca Carlos Bergantini, responsável pela queijaria. Segundo Carlos, após entrarem para a Rota do Queijo, a divulgação de seus produtos foi muito maior, o que contribuiu para o aumento nas vendas e também, para a expansão de sua loja. “Com um número maior de vendas, passamos a receber mais turistas”. A Queijaria Bergantini oferece embutidos e produtos artesanais, na lojinha à beira da BR 259, km 4, sentido Cavalinho, de segunda a sexta-feira, de 6h30 às 18h.

 

Queijaria Del Caro (3258-5122/9 9965-6331)

Fica em Cavalinho e tem mais de 19 anos de história. A Queijaria Del Caro produz, atualmente, cerca de 60 kg de queijo por dia e vende variados tipos do produto, como o queijo cavalinho, que fica por três meses no processo de maturação. O estabelecimento da família é um atrativo à parte. Funcionando há pouco mais de um ano e meio, a loja traz consigo traços da imigração italiana. Como se fosse um museu, no local você tem a oportunidade de voltar no tempo com peças e imagens da época.

 

Rogério Gardiman, casado com Elda Del Caro e um dos responsáveis pela queijaria, conta que a Rota do Queijo contribuiu para o crescimento na venda dos queijos e revela sua paixão pela profissão: “desde que entramos para a Rota, nossas vendas aumentaram e isso me deixa muito feliz. Às vezes é cansativo, não sobra muito tempo, mas eu amo fazer queijo”. A loja fica em Cavalinho, no km 01 da BR-259 e fica aberta todos os dias, de 7h às 19h30.

 

Descubra João Neiva

Demétrio Ribeiro – casarões do século XIX e berço da colonização italiana em João Neiva. Localizada a quatro quilômetros da sede do município, o local é hoje um dos principais pontos turísticos da cidade.

 

Barra do Triunfo e Acioli – comunidades fundadas no século XIX por imigrantes italianos, ideal para o agroturismo, com a comercialização de queijos, pães, biscoitos e muito mais.

 

Cachoeira do Paraíso – localizada em Mundo Novo, com aproximadamente 80 metros de altitude. Segundo antigos moradores, existe nesta cachoeira uma gruta com inscrições de antigas civilizações, cujas cópias de letras já foram enviadas até para a Itália, para estudos. A região de Mundo Novo é repleta de quedas d’água e poços próprios para banho e aptos a receber turistas e moradores e contemplação da natureza. Animais silvestres, peixes e uma rica flora estão presentes na localidade.

 

(Com informações da Setur e Prefeitura de João Neiva)

Veja mais sobre Cidades [+ notícias]

Edição da Semana

Coluna
Beth Vervloet

Confira aqui as notícias da sociedade e as fotos de quem é notícia em Aracruz e região.

Fórum do Leitor

Entre e deixe o seu comentario em nosso livro de visitas!