Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
15/03/2019 às 08:41
Rodovias estaduais podem ter ecodutos

O número de animais que morrem por ano ao atravessar estradas brasileiras, o que também coloca em risco a vida dos motoristas, levou o deputado Sérgio Majeski (PSB) a elaborar o Projeto de Lei (PL) 13/2019, que obriga a implantação de ecodutos e cercas nas rodovias estaduais.

 

A medida já foi adotada em Minas Gerais e São Paulo. Estados Unidos e Austrália também aderiram às estruturas, que são construídas em rodovias que cruzam áreas habitadas por animais silvestres, permitindo a passagem segura ao atravessar de um lado para o outro. As cercas direcionadas impedem que os bichos alcancem a pista.

 

Além de preservar a fauna e contribuir para a diminuição de acidentes, a medida, segundo o autor, auxilia na redução do estresse de motoristas, já que a grande quantidade de vegetação diminui as emissões de carbono e aumenta o contato humano com a natureza.

 

De acordo com o texto, os ecodutos e cercas deverão constar nas licenças ambientais de construções ou ampliações de estradas, rodovias e ferrovias estaduais, sempre que as condições exigirem. A lei, que não alcança as vias com contrato de concessão em vigor, concede incentivos fiscais às concessionárias de rodovias estaduais para adequação voluntária dos trechos sob concessão.

 

Para Majeski, esses mecanismos são essenciais para melhorar o ecossistema no Espírito Santo. “O meio ambiente precisa urgentemente desse cuidado. Mais de 10 mil animais morreram este ano só no trecho de 25 km da BR-101 que corta o complexo Linhares-Sooretama. O impacto no estado, com certeza é muito maior”, disse.

Veja mais sobre Política [+ notícias]

Edição da Semana

Coluna
Beth Vervloet

Confira aqui as notícias da sociedade e as fotos de quem é notícia em Aracruz e região.

Fórum do Leitor

Entre e deixe o seu comentario em nosso livro de visitas!