Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
08/02/2019 às 08:59
Caranguejos apreendidos no período de defeso são devolvidos ao manguezal em Aracruz

Durante os oito dias de andada, a fiscalização ambiental de Aracruz realizou 41 abordagens e apreendeu 1.536caranguejos, que foram devolvidos ao manguezal. Os crustáceos foram apreendidos entre 23 e 30 de janeiro, época em que a captura, manutenção em cativeiro, transporte, armazenamento e comercialização da espécie estavam proibidas.

 

Também foram apreendidas seis redes de pesca e 46 armadilhas utilizadas na captura do Guaiamum, que está em risco de extinção. Uma pessoa foi detida. O coordenador de fiscalização, Marcelo Ambrósio Coelho, explica que a região da Pedra da Lage, localizada às margens do rio Piraquê-Mirim; Areinha e Novo Irajá foram os locais com maior número de flagrantes. “Nós abordamos o indivíduo, os caranguejos são recolhidos e é feito um trabalho de conscientização onde nossa equipe explica a respeito das proibições durante o período de andada ou defeso”, disse.

 

Durante as rondas a equipe flagrou diversas situações onde as chamadas ratoeiras e redinhas foram encontradas em meio ao manguezal. Pela lei, o caranguejo não pode ser capturado por meio de armadilhas, e sim utilizando métodos manuais ou gancho, pois a redinha pode pegar um caranguejo pequeno, menor que sete centímetros, vários ao mesmo tempo ou fêmeas em período de defeso.

Veja mais sobre Cidades [+ notícias]

Edição da Semana

Coluna
Beth Vervloet

Confira aqui as notícias da sociedade e as fotos de quem é notícia em Aracruz e região.

Fórum do Leitor

Entre e deixe o seu comentario em nosso livro de visitas!