Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
15/06/2018 às 09:17
Empresa produz primeira placa de MDF no Estado

Tendo como presidente do Conselho Administrativo o empresário de Aracruz, Luis Soares Cordeiro, da Estel, a empresa Placas do Brasil, sediada na zona rural do município de Pinheiros, na rodovia BR-101, no Norte do Estado, a Placas do Brasil produziuontem 14, a primeira placa de madeira de média densidade (Medium-Density Fiberboard – MDF) do Espírito Santo.

 

A empresa está investindo cerca de R$ 450 milhões na indústria e mais R$ 100 milhões na base florestal, além de gerar 160 empregos diretos e 450 indiretos. Durante as obras, foram criados 400 empregos, chegando a 700 vagas no pico dos trabalhos.

 

Hoje não é a inauguração da nossa planta industrial, mas é a celebração da nossa primeira placa de MDF cru. Nos próximos três meses vamos iniciar MDF revestido. São passos importantes que valem celebração pelos desafios que estamos superando. É um projeto de desenvolvimento e envolvimento da sociedade. Estamos entrando na fase de operação e, em breve, na inauguração”, explicou o presidente do Conselho da Placas do Brasil, Luís Soares Cordeiro.

 

O governador Paulo Hartung destacou o pioneirismo dos empresários capixabas que atenderam a demanda apresentada pelo Governo do Estado. “Estou muito feliz e com orgulho de vocês. É um projeto robusto que dialoga com o futuro desejado nas terras capixabas, e que tem como um dos objetivos estratégicos, o adensamento das produções coletivas locais. Trouxemos esse empreendimento para uma região do Estado que precisava ganhar dinamismo econômico. Tudo de bom. Uma enorme alegria para os capixabas”, comentou.

 

Enquadrada no programa estadual de incentivo ao desenvolvimento Invest-ES em dezembro de 2016, a fábrica produzirá painéis de MDF cru e revestido para a indústria moveleira, principalmente dos mercados do Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e do Nordeste. A capacidade de produção será de 25 mil m³ por mês, sendo 12 mil revestidos.

 

A concepção do empreendimento partiu de uma iniciativa do Sindicato da Indústria de Madeira e Móveis de Linhares e Norte do Espírito Santo (Sindimol), aliados aempresários do setor metalomecânico de Aracruz e outros, cujo objetivo é tornar mais competitivo a produção moveleira de Linhares, visto que o principal insumo desta indústria, o MDF, consiste em produto volumoso de médio valor agregado, com considerável percentual do seu preço associado ao custo de logística.

 

Como surgiu a empresa

A iniciativa partiu dos empresários ligados ao Sindicato da Indústria de Madeira e Móveis de Linhares e Norte do Espírito Santo (Sindimol), que se uniram a empresários do setor metalmecânico de Aracruz e outros que detinham investimentos em terras e florestas de eucalipto no Norte do Estado para viabilizar. “Idealizamos um projeto e estamos materializando ele agora. A empresa foi criada em outubro de 2011 e desde então viemos realizando estudos de engenharia, implantação de base florestal e lançamos a pedra fundamental em junho de 2016. A indústria já está em fase bastante avançada e o planejamento é de iniciar de operação fevereiro 2018”, relatou o presidente do Conselho Administrativo da Placas do Brasil, Luis Soares Cordeiro.

Veja mais sobre Economia [+ notícias]

Edição da Semana

Coluna
Beth Vervloet

Confira aqui as notícias da sociedade e as fotos de quem é notícia em Aracruz e região.

Fórum do Leitor

Entre e deixe o seu comentario em nosso livro de visitas!