Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
09/02/2018 às 08:22
Análise do futebol capixaba revela que nada mudou

Após três anos de trabalho iniciado em janeiro de 2015, com 105 jogos observados do futebol capixaba, o professor Guilherme Filgueiras de Carvalho, historiador do futebol capixaba e coordenador da Universidade de Vila Velha (UVV), não notounenhuma melhoria na qualidade técnica e na mudança de filosofia e mentalidade dos jogadores. Nesta semana ele coletou dados de três jogos, com os quais baseou a pesquisa: Desportiva 1 x 1 Real Noroeste, Vitória 0 x 0 Atlético Itapemirim e Tupy 2 x 1 Doze.

 

Os itens analisados de chutões dos goleiros e demais jogadores em campo, das faltas cometidas, dos arremessos laterais, atrasos de bolas, gols e qualidade técnica ruim de nossos jogadores, continuam no mesmo patamar de janeiro de 2015, conforme levantamento feito em fichas com a somatória dos itens observados nos três jogos.

 

O alerta e a campanha continuam. Vamos diminuir os chutões dados pelos jogadores em campo, diminuir o número de faltas, o número de arremessos laterais e os atrasos de bolas sem necessidade, para que o aumento do tempo de bola em jogo se transforme em maior número de gols marcados por partida.

Veja mais sobre Esporte [+ notícias]

Edição da Semana

Coluna
Beth Vervloet

Confira aqui as notícias da sociedade e as fotos de quem é notícia em Aracruz e região.

Fórum do Leitor

Entre e deixe o seu comentario em nosso livro de visitas!