Você está aqui: HomeNotícias › Notícia completa
10/09/2010 às 08:53
Nutripetro apresenta projeto do Centro Logístico Capixaba

   Reunindo empresários e comerciantes do município, além de funcionários da Ambitec, Brasil Ambiental e da Nutripetro, o diretor geral do Grupo, José Roberto Barbosa da Silva, apresentou o projeto do Centro Logístico Capixaba, que ocupa uma área de um milhão de metros quadrados em Barra do Riacho, na orla de Aracruz, formado por uma convergência de modais para a distribuição de cargas internacionais para o Brasil e exterior, com porto alfandegado, condomínio residencial com 360 apartamentos, hotel com 240 apartamentos, shopping, cinema e a unidade de envazamento e fabricação de botijões de gás de cozinha (GLP) da Nutrigás, outra empresa do grupo. O porto será especializado na exportação de rochas ornamentais.

   O evento, realizado na última sexta-feira (03), contou com as presenças do prefeito Ademar Devens, vice-prefeito Jones Cavaglieri, vice-governador licenciado Ricardo Ferraço e o senador Renato Casagrande, além do diretor-presidente do Grupo Ambitec, Tércio Borlenghi Junior e seu pai Tércio Borlenghi. O Centro Logístico é um dos maiores empreendimentos industriais do município, com previsão de gerar até 2,5 mil empregos diretos e indiretos, no início das operações. A área alfandegada é de 250.000 m².

   Barbosa explicou que em 2014 começam a operar as atividades de carga geral e granéis sólidos (grãos, fertilizantes, embalagens etc.). Serão construídos tanques especiais para armazenamento de produtos químicos, petroquímicos e alimentícios para gases e líquidos. O investimento é de R$ 600 milhões em píeres de atracação e terminais para grãos, granéis sólidos e líquidos, carga geral, produtos siderúrgicos, embarque e desembarque de automóveis, rochas ornamentais e para atender às bases de exploração de petróleo. O Porto da Nutripetro terá 3 berços para cargas e um espaço para cinco barcaças (supply boat).

   O Centro Logístico terá infraestrutura de estocagem para atender as empresas exportadoras e importadoras, e deve começar a operar como porto seco ainda neste ano. "A ideia é ter pelo menos três pontes com 20 metros cada uma e um quebra mar com 1,2 mil metros, destinados às operações de suporte à exploração de petróleo e movimentação de equipamentos", explicou.

   O diretor acrescentou que a Nutripetro vai funcionar, no primeiro momento, como um Centro de Logística agregando a experiência do Grupo Ambitec a equipamentos modernos, monitoramento remoto e custos baixos. Já no final de 2011, a área deve ser ampliada para 500 mil metros quadrados. O Porto da Nutripetro vai receber embarcações dos tipos graneleiros e Panamax.

 

Previsão

Em relação à movimentação de veículos, serão 8.404 no primeiro ano de funcionamento do Centro, 54.103 no quinto ano e 75.393 no décimo ano. Além de outros equipamentos, o Centro Logístico terá balanças rodoviárias, pátios de contêineres e de estocagem, tanques especiais para armazenamento de produtos químicos, petroquímicos e alimentícios, armazéns climatizados e um setor de reparo para contêineres. As instalações serão projetadas para o recebimento de cargas especiais e para cada tipo de material.

 

Estrutura

Nas proximidades do Centro já estão sendo construídos 16 prédios residenciais, hotel e shopping, formando um condomínio de empresas, em modelo semelhante ao adotado pelo empresário carioca Eike Batista no Porto de Açu, em São João da Barra, Norte do Rio de Janeiro. "A única diferença é que não teremos indústrias. As empresas de comércio internacional que quiserem trabalhar conosco poderão se estabelecer dentro do porto. Posso adiantar que algumas grandes empresas do Brasil e de fora já nos procuraram. As áreas dos lotes não serão limitadas e nem precisarão ser compradas. Quem se estabelecer no local pagará condomínio", destacou o diretor-geral. Estão sendo construídos 16 edifícios, todos de frente para o mar, com 360 unidades de 100 metros quadrados. O valor médio dos apartamentos será de R$ 120 mil e o valor geral de vendas deve chegar aos R$ 43,2 milhões. Um hotel com 240 apartamentos e um shopping com 60 lojas, praça de alimentação e cinema também integram o complexo. O lançamento dos imóveis será até o final do ano.

 

Ambitec

O Grupo Ambitec é composto de capital 100% nacional. Foi fundado em 1929 a partir da empresa de transportes Expresso G. Borlenghi, de Guido Borlenghi. O grupo, hoje formado por seis empresas - Ambitec, Brasil Ambiental, Getel Distribuição, Nutrigás, Planeta Ambiental e Nutripetro - é especialista em soluções ambientais.

 

Veja mais sobre Economia [+ notícias]

Edição da Semana

Coluna
Beth Vervloet

Confira aqui as notícias da sociedade e as fotos de quem é notícia em Aracruz e região.

Fórum do Leitor

Entre e deixe o seu comentario em nosso livro de visitas!