Produção industrial do Estado cresce 0,2% em setembro

O resultado foi superior à média nacional, que teve desempenho negativo, de -0,4%

0
4
Foto: Divulgação

A produção industrial do Espírito Santo avançou 0,2% em setembro frente ao mês imediatamente anterior. O resultado foi superior à média nacional, que teve desempenho negativo, de -0,4%. Em todo o Brasil, além do Estado, a produção industrial só teve alta em mais cinco dos 15 locais pesquisados.

Com o resultado positivo de setembro, a atividade industrial do Estado acumula, em 2021, alta de 8,5%, fazendo com que o Espírito Santo também supere a média do crescimento nacional (7,5%). Os dados da Produção Industrial do Espírito Santo (PIM-PF) foram publicados pelo Instituto Brasileiro de Pesquisa e Estatística (IBGE).

O destaque da indústria capixaba no mês ficou com a indústria de transformação capixaba, que, sozinha, registrou crescimento de 3,8%, puxada pela maior produção de produtos alimentícios (8,1%), de metalurgia (6,4%) e de celulose, papel e produtos de papel (1,4%).

No acumulado de 2021, a produção industrial avançou 8,5%, no Espírito Santo, influenciada pelo crescimento da indústria de transformação (23,9%). Mesmo com o bom desempenho, a indústria capixaba ainda permanece abaixo do patamar pré-pandemia (-9,3%). Entre as atividades industriais de destaque na economia capixaba estão a metalurgia (30,8%) e a celulose, papel e produtos de papel (29,9%), que segue beneficiada pelo aquecimento da demanda mundial por celulose em 2021. A Suzano expandiu o volume de vendas de celulose em função da maior demanda da Europa e da América do Norte por commodity.

PUBLICIDADE