Primeira CPRE de Aracruz em paciente de 94 anos

Para gastroenterologista e endoscopista Dr. Eduardo Furieri, o acesso da população a um serviço tão inovador assim em Aracruz é uma grande conquista

0
80
O gastroenterologista e endoscopista Eduardo Furieri, médico que coordenou a realização do procedimento inédito na cidade. Foto: Arquivo Pessoal

A primeira colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (CPRE) em Aracruz foi realizada no último dia 14 de outubro. A técnica, altamente complexa e inovadora, foi a solução para um grave problema de saúde de uma senhora de 94 anos. Ela deu entrada no Hospital São Camilo com dor abdominal, náuseas e vômitos.

Exames de imagem revelaram cálculos na vesícula biliar e no canal da vesícula da paciente. Um diagnóstico preocupante, segundo o gastroenterologista e endoscopista Eduardo Furieri, médico que coordenou a realização do procedimento inédito na cidade. “Os cálculos da vesícula podem migrar para os ductos biliares e causar infecções graves, pancreatites, hepatites, entre outros. Com a CPRE foi possível a desobstrução das vias biliares e posterior retirada da vesícula”, explica.

O procedimento foi concluído sem intercorrências e a paciente já recebeu alta hospitalar. Para Furieri, o acesso da população a um serviço tão inovador assim em Aracruz é uma grande conquista. E completa: “Espero, de verdade, que logo, logo, aqui também tenha CPRE pelo SUS. As pessoas da cidade e do entorno seriam ainda mais beneficiadas”.

PUBLICIDADE