Prefeito Micula concede aumento de 25% para servidores de João Neiva

Buscando a valorização dos servidores, o prefeito Paulo Sérgio Micula concedeu aumento aos servidores do município

0
20
O prefeito de João Neiva, Paulo Sérgio Micula

A Câmara de Vereadores aprovou o projeto de Lei 1.865/2022, de autoria do prefeito Paulo Sérgio Micula, que aumentou em 25% os vencimentos dos servidores ativos, comissionados, aposentados e pensionistas. O reajuste contempla todos os servidores do poder Executivo, Instituto de Previdência dos Servidores de João Neiva (IPSJON) e Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE). O reajuste era uma demanda antiga da categoria, que estava há quase 10 anos sem aumento.

Para conceder o reajuste, o prefeito Paulo Sérgio Micula tem atuado com firmeza na otimização dos recursos e priorizando a gestão fiscal, cuidando das contas do município. Foi elaborado o estudo de impacto financeiro-orçamentário junto com as secretarias municipais de Fazenda e Administração e o IPSJON, para mensurar os índices atuariais e previdenciários.

De acordo com a análise realizada, foi possível definir o percentual de 25%, respeitando todas as normas orçamentárias e de impacto previdenciário, além de obedecer rigorosamente a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), que limita os gastos públicos com pessoal para garantir o equilíbrio das finanças.

“Em nosso plano de governo pontuamos a valorização do servidor público. No ano passado não foi possível conceder o reajuste a todos os servidores, em virtude da Lei Complementar n.º 173, que proibiu o aumento de despesas com pessoal em razão da pandemia. Como a partir de 01/01/2022 fomos autorizados a realizar o reajuste/revisão, trabalhamos para dar o primeiro passo na implantação da nossa política de valorização dos servidores. Desde 2014 os servidores não recebem revisão ou reajuste, sendo que nesse período a inflação corroeu o poder de compra dos trabalhadores”, destacou o prefeito Paulo Sérgio Micula.

Ele completa informando que esse aumento será retroativo ao mês de janeiro. “Com a lei aprovada, os servidores, além de receberem a revisão/reajuste de abril, também receberão os valores de janeiro, fevereiro e março”. Segundo o servidor Jânio Fausto, o aumento é essencial tendo em vista que os salários estavam defasados há muitos anos, não acompanhado a inflação e limitando o poder de compra dos servidores.

PUBLICIDADE