Portocel teve desempenho histórico em 2023

Localizado em Aracruz, o porto registrou incremento de carga de 6% em relação ao ano anterior, com 6,65 milhões de toneladas movimentadas

0
16
O terminal de Aracruz registou a maior movimentação de cargas, o melhor resultado financeiro, ampliou a área de armazenagem e estreitou parcerias importantes. Foto: Rogério Sarmenghi

O ano de 2003, em que o Portocel completou 45 anos, também foi o melhor da história do terminal em termos de resultados. Localizado em Aracruz, o porto registrou incremento de carga de 6% em relação ao ano anterior, com 6,65 milhões de toneladas movimentadas, a maior marca da sua história (contra 6,26 milhões de toneladas em 2022).

Em dezembro passado o porto estabeleceu um novo recorde de movimentação mensal de celulose, ao embarcar 642,8 mil toneladas, quase 33% acima do total registrado em dezembro de 2022 (483,8 mil toneladas). A celulose foi destaque em 2023, com um total de 6,24 milhões de toneladas. Contribuiu para isso a movimentação da LD Celulose, empresa localizada entre os municípios de Indianópolis e Araguari (MG), que começou a operar em meados de 2022 e exporta pelo Portocel toda a sua produção de celulose solúvel, aonde chega por ferrovia.

O terminal escoa, ainda, toda a celulose que a Suzano produz nas plantas industriais de Aracruz e Mucuri (BA); toda a produção da Cenibra, que vem de Belo Oriente (MG) por ferrovia; e toda a produção da Veracel, sediada em Eunápolis (BA), que chega por cabotagem marítima. Além de celulose, em 2023 o terminal movimentou 412 mil toneladas de cargas gerais, tendo o granito, produtos siderúrgicos e cargas de projetos como principais movimentações do ano.

“Estamos atentos às oportunidades de utilizar a excelência operacional na movimentação de cargas diversificadas. A ampliação da área operacional deixa o porto ainda mais preparado para essa missão”, salienta Alexandre Billot Mori, gerente executivo de Operações do Portocel. Ele acrescenta que Aracruz vem se consolidando como um hub logístico importante, atraindo negócios para a região e tendo, ainda, o diferencial de fazer parte da área de abrangência da Sudene.

Parcerias

Juntamente com o expressivo desempenho operacional, o Portocel consolidou importantes parcerias em 2023, uma delas com o terminal de Verbbruge, na Holanda, na operação do spreader automático para movimentação de cargas. Desenvolvido pelo Portocel, o equipamento teve uma operação assistida, no porto holandês, acompanhada por representantes do terminal capixaba, da Saur (parceira no desenvolvimento da solução) e do Sindicato dos Estivadores do Espírito Santo, apresentando excelentes resultados. O objetivo foi avaliar a performance do equipamento na outra ponta: o desembarque de celulose.

Um terminal em Santos

O Portocel passará a operar um dos terminais utilizados pela Suzano no porto de Santos (SP), para onde vai levar sua experiência na movimentação de celulose. Será responsável pela exportação de parte da produção da Suzano oriunda da fábrica de Ribas do Rio Pardo (MS), em fase de construção.

Fertilizantes

Outra novidade é a parceria para iniciar a movimentação com fertilizantes, por meio da Adufértil. Com investimentos da ordem de R$ 65 milhões e previsão de gerar 90 empregos diretos, além de cerca de 300 outros indiretos, a Adufértil, que tem sede em Campinas (SP), passará a utilizar o Portocel para importação e manuseio do produto destinado aos clientes, entre eles a Suzano.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui