João Neiva alerta para cuidados com escorpiões

O avistamento de escorpiões nos arredores e interior das residências deve ser comunicado para a Vigilância Ambiental no telefone 27 99575-9013

0
54
Foto Ilustrativa: Divulgação/PMJN

De janeiro a meados de novembro deste ano, 21 notificações de picadas por escorpião foram registradas em João Neiva, a maioria na área rural. O tipo mais comum do artrópode no município é o amarelo, que mede geralmente sete centímetros de comprimento e apresenta manchas escuras em suas partes superiores e cauda.

O escorpião amarelo é conhecido por ser o mais perigoso. Sua picada é acompanhada de dor e dormência ao redor do local agredido, além de náuseas, vômitos, suor e alteração dos batimentos cardíacos, alteração da pressão arterial, sonolência ou agitação.

Manter quintais limpos, evitar andar descalço ou colocar as mãos em buracos ou frestas e inspecionar roupas e calçados antes de usá-los são cuidados para evitar a visita indesejada do artrópode. Também é necessário fazer o controle de baratas, inseto que é um dos principais alimentos para os escorpiões em ambiente doméstico.

Farlen Bebber Miranda, médico veterinário da Vigilância em Saúde de João Neiva, destaca que “em clima mais quente e úmido, o escorpião se prolifera com mais facilidade, portanto os cuidados devem ser redobrados com a chegada do verão”.

De acordo com a secretaria municipal da Saúde, quando alguém é picado por escorpião, deve lavar o local com água e sabão e procurar atendimento médico imediatamente. As consequências mais graves podem ocorrer em crianças e idosos. O avistamento de escorpiões nos arredores e interior das residências deve ser comunicado para a Vigilância Ambiental no telefone 27 99575-9013.

PUBLICIDADE