Dr. Coutinho participa de lançamento do Plano Estadual de Segurança Escolar

Apresentado pelo governador Renato Casagrande, o Plano consiste em ações elaboradas para a prevenção e redução de violência no ambiente escolar, de forma articulada e coordenada pela secretaria de Estado de Segurança Pública, junto a representantes de outras 15 instituições

0
8
Dr. Coutinho, Renato Casagrande e Jenilza Spinassé. Foto: Divulgação/Secom PMA

O prefeito de Aracruz, Dr. Coutinho, e a secretária de Educação do município, Jenilza Spinassé, participaram ontem 27, no Palácio Anchieta, em Vitória, do lançamento do Plano Estadual de Segurança Escolar. Apresentado pelo governador Renato Casagrande, ele consiste em ações elaboradas para a prevenção e redução de violência no ambiente escolar, de forma articulada e coordenada pela secretaria de Estado de Segurança Pública, junto a representantes de outras 15 instituições.

Lançado como resposta do Governo do Estado ao momento em que a sociedade vive aflita quanto atos violentos em ambientes escolares, o Plano se divide em cinco eixos temáticos: Gestão Inovadora, Ações de inteligência, Ações Preventivas, Fortalecimento Operacional e Ações Pedagógicas e Psicossociais.

“O Plano Estadual de Segurança Escolar vem para somar e contribuir com o nosso compromisso de oferecer ambientes seguros nas escolas. Esse é um problema que assola a todo o país, mas estamos trabalhando e desenvolvendo ações que ofereçam aos nossos estudantes e profissionais a tranquilidade e paz na hora de aprender e ensinar”, destacou Jenilza Spinassé, secretária municipal de Educação.

Dr. Coutinho comentou sobre as ações que já estão sendo realizadas em Aracruz. “Na última semana divulgamos a contratação de vigilantes em todas as escolas da rede municipal, além disso, estamos desenvolvendo ações importantes para que estudantes, pais e servidores tenham um ambiente escolar tranquilo. Promover a segurança das escolas é um dos nossos objetivos”, disse.

De acordo com Casagrande, o Espírito Santo é o primeiro estado a ter um programa de segurança no ambiente escolar. “Elaborar o Plano com essa consistência e densidade exigiu a participação de muita gente. Fazer todas as instituições públicas, não apenas do Executivo, mas de todos os Poderes e em todos níveis, a pensarem o que pode e o que deve ser feito para reagir a qualquer ato e, especialmente, prevenir novos episódios de violência. Nós estamos vivendo em uma sociedade com um nível de complexidade jamais visto. Não adianta querermos fazer as coisas do mesmo jeito que fazíamos antes. O mundo mudou e a abordagem precisa ser diferente”, ressaltou o governador.

PUBLICIDADE