Aracruz é destaque nacional no ranking de qualidade da informação contábil

O ranking é uma iniciativa da secretaria do Tesouro Nacional (STN), que visa a melhoria da qualidade da informação contábil

0
33
Foto: Divulgação

O município de Aracruz é o 15º do Espírito Santo e o 117º do Brasil no ranking nacional de qualidade da informação contábil, com nota “A” e 96,98% de percentual de acertos nas informações e consistência dos dados fiscais e contábeis enviados pelos entes da Federação ao Sistema de Informações Contábeis e Fiscais do Setor Público Brasileiro (Siconfi). O ranking é uma iniciativa da secretaria do Tesouro Nacional (STN), que visa a melhoria da qualidade da informação contábil.

Apenas 6% dos municípios brasileiros alcançaram nota “A”, totalizando 316 municípios, entre eles, 45 do Espírito Santo, com Aracruz na 15ª posição. O Espírito Santo teve o melhor desempenho do País, com 58% dos municípios com nota “A”, graças ao trabalho de orientação realizado pelo Tribunal de Contas (TCE-ES).

Pelo segundo ano consecutivo, mais de 90% dos municípios capixabas receberam nota “A” ou “B” no Ranking da Qualidade da Informação Contábil e Fiscal. O número é o melhor desempenho entre os estados. Dos 78 municípios, 45 (57,7%) são nota “A” e 26 (33,3%) são nota “B”, totalizando 71 (91%) dos municípios com as maiores notas do levantamento. Entre os estados, o Governo do Estado ficou com a terceira posição.

O Espírito Santo teve o maior percentual de municípios com nota “A” – 58%, seguido do Rio Grande do Sul, que teve 20% dos seus municípios com nota “A”. Os estados do Acre, Alagoas, Amapá, Maranhão, Rio Grande do Norte e Tocantins não tiveram nenhum município com nota “A”, e os estados do Amazonas, Goiás, Mato Grosso, Pará, Piauí, Rio de Janeiro e Roraima só tiveram um município com nota “A”.

“A qualidade da informação contábil atende a três pilares: Promoção da transparência, da gestão fiscal responsável e da boa governança. Boas decisões só são tomadas a partir de informações de qualidade, e nós desejamos que nossos gestores públicos tenham sempre à mão, as melhores informações. O Tribunal de Contas está atuando em tempo real com orientação, capacitação, interação e ferramentas digitais, na promoção de acompanhamento simultâneo das informações recebidas e alertando aos gestores da necessidade de correção dos rumos”, ressaltou o presidente Rodrigo Chamoun.

PUBLICIDADE