Alcântaro Filho quer auxílio para órfãos de feminicídio

O PL ainda traz em sua formulação a sugestão com autorização para que o Estado possa pagar um auxílio de até um salário mínimo para as crianças e adolescentes que preencham os requisitos de necessidade, principalmente quando estes não forem receber a pensão que herdam quando ocorre a morte de seus pais e mães

0
79
A proposta do deputado inclui acompanhamento psicológico e escolar, além de um salário mínimo de auxílio aos que não tiverem direito à pensão

Presidente da Comissão de Proteção à Criança e ao Adolescente na Assembleia Legislativa, o deputado Alcântaro Filho (Republicanos) apresentou um projeto de lei com o objetivo de garantir direitos aos menores que se tornem órfãos por perderem suas mães por feminicídio.

O PL ainda traz em sua formulação a sugestão com autorização para que o Estado possa pagar um auxílio de até um salário mínimo para as crianças e adolescentes que preencham os requisitos de necessidade, principalmente quando estes não forem receber a pensão que herdam quando ocorre a morte de seus pais e mães.

Cuidar das nossas crianças é prioridade, mas temos de olhar em todas as direções para garantir que mesmo passando por uma grande perda, e que certamente deixa marcas profundas, eles tenham apoio para recomeçar e toda confiança de que podem ter um futuro promissor e de qualidade, é nisso que eu acredito“, declarou o deputado.

PUBLICIDADE

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui