Academia Aracruzense de Letras empossa nova diretoria

Uma das maiores conquistas recentes da ACAL foi a publicação do livro Antologia Poética, com criações literárias de seus membros

0
61
Integrantes da nova diretoria da ACAL triênio 2023-2025. Foto: Alessandro Bitti

Em solenidade no auditório da FAACZ, no último dia 9, foi empossada a nova diretoria da Academia Aracruzense de Letras (ACAL), para o triênio 2023-2025. Os integrantes da nova diretoria são os acadêmicos: Marlene Gomes Teixeira (presidente), Fernanda Farina Fraga (vice-presidente), Maria da Penha Pedrini Seschini (1ª secretária), Linete Ribeiro Patrocínio (2ª secretária), Maria Celeste Teixeira do Amaral Gonçalves (Finanças), Francisco Guilherme Maria Apolônio Cometti (Jurídico) e Luiza Bressanelli Medina (Relações Institucionais).

Marcaram presença o secretário municipal de Comunicação da Prefeitura de Aracruz, Moisés Mercier, membros fundadores da ACAL, amigos e familiares. A entidade abrange também os municípios de Ibiraçu, João Neiva e Fundão. A acadêmica Luiza Bressanelli Medina disse que “queremos agradecer de modo especial à Fundação São João Batista e demais colaboradores, que sempre foi parceira da ACAL, apoiando as diversas iniciativas da Academia”.

O presidente da ACAL no triênio 2020-2022, Rogério Sarmenghi, foi o anfitrião da noite e falou sobre algumas conquistas e a participação dos membros em eventos escolares e culturais em Aracruz e Região: “A ACAL tem sido um estímulo aos seus membros, que têm participado ativamente no Conselho Municipal de Cultura de Aracruz e em eventos de escolas públicas e privadas do município, estimulando a leitura, a escrita e a cultura. Em 2022, recebemos da Assembleia Legislativa do Espírito Santo a Comenda Rubem Braga de Literatura, sendo um momento histórico para a ACAL. Uma de nossas maiores conquistas recentes foi a publicação do livro Antologia Poética, com criações literárias de nossos membros”, relatou Sarmenghi.

A acadêmica Maria da Penha Pedrini Seschini, que ocupa a cadeira 18 da ACAL, apresentou a biografia de seu patrono, José Maria Trazzi. Também foi realizado um “momento da saudade” em homenagem ao confrade Dásio Roberto Scopel de Amorim, falecido no dia 19 de junho de 2021, em decorrência da covid-19, com a apresentação de um vídeo.

A acadêmica Celeste Teixeira do Amaral declamou o poema “Academia Aracruzense de Letras”, de sua autoria. No encerramento foram entregues exemplares do livro “Antologia Poética” às pessoas que prestigiaram o evento. Em seguida, os presentes participaram de um coquetel de confraternização organizado próximo ao auditório da faculdade.

PUBLICIDADE